Movimento ortodôntico: força sobre os elementos dentários, que só é possível graças ao ligamento periodontal que responde ao estímulo aplicado.

Originalmente, C. A. Hawley introduziu o aparelho palatal removível, no início do século XX (1902), com o objetivo de utilizá-lo passivamente como contenção dos dentes movimentados ortodonticamente. ainda hoje a placa de contenção de Hawley tem este uso. Após algumas modificações o Hawley se transformou no aparelho removível ativo.

aparelho ortodontico removivel

Os aparelhos removíveis são divididos em 3 partes 

  1. Parte Retentiva
  2. Parte Ativa
  3. Parte de Suporte

1 – Parte Retentiva

Função de manter ou reter o aparelho na boca. A medida que os aparelhos ortodônticos removíveis são ativados, liberam forças que além de movimentar os dentes, tem o defeito de estabilizar o aparelho, soltando-o dos dentes de retenção.

–  A retenção deve sobrepor as forças ativas do aparelho quando em ação.

  • eficiência para o aparelho
  • facilita a adaptação para o paciente
  • evita hábitos indesejáveis
  • minimiza as dificuldades de fala e deglutição
  • possibilita a adaptação de outros dispositivos

Os principais elementos de retenção são: grampos, arco vestibular e base acrílica.

1.1: Grampos: 

  • adaptados aos dentes de ancoragem
  • feios de fio de aço inoxidável 0,7mm de diâmetro (fácil adequação, barato e estável)

Tipos de grampos

– Circunferencial em C (primeiros e segundos molares decíduo)
– Interproximal
– Adams (mais indicado em primeiros molares permanentes ou semi-erupitados)

Dica: pode-se fazer um stop ou uma pérola de resina na lingual/palatina do dente posterior para melhorar a retenção do grampo.

Áreas retentivas dos dentes:

– abaixo do equador dentário
– interproximais

1.2: Arco vestibular ou Arco de Hawley

  • usado para aumentar a retentividade
  • estabiliza os dentes na região anterior
  • pode ser um movimento ativo (movimento de vestibular para lingual)
  • pode controlar a estabilização
  • quando mais justa-posto nas laterais, mais retentividade.

1.3: Base de suporte 

  • Resina acrílica

2 – Parte Ativa 

É a parte que gera força para a movimentação dos dentes, composta por molas, parafusos e elásticos.

– Molas: tendência de retornarem à posição normal quando colocadas sob pressão (mola digital: tem que incidir perpendicularmente sobre o dente). Essas molas podem possuir um guia, que serve para manter a mola em posição .
– Parafuso expansor: serve para expandir o arco dentário através dos movimentos dentários (1 volta no parafuso a cada 4 dias é o mais indicado, sendo que cada volta corresponde de 0,20 a 0,25mm) [divider]

3 – Parte de Suporte

É feita com resina acrílica e tem a função, além de unir as várias partes do aparelho, de dar corpo ao aparelho, suporta a parte ativa e os grampos de retenção quando ativados. Quando confeccionada cobrindo as coroas dos dentes (face lingual) aumenta a função retentiva. A porção de acrílico tem que estar adaptada ao máximo as estruturas ósseas e dentárias para a transmissão das forças de reação.

Levante oclusal: realizado para destravar a mordida.

Vantagens dos aparelhos ortodônticos removíveis: 

  • baixo custo
  • confecção simples
  • produzem forças intermitentes (auxilia no tempo de regeneração das células do ligamento periodontal)
  • podem ser utilizados durante as dentições decídua, mista e permanente
  • fácil higiene

Desvantagens dos aparelhos ortodônticos removíveis: 

  • colaboração do paciente
  • tempo de tratamento prolongado
  • quebras mais frequentes
  • movimentos limitados
  • alteram a fonação
  • podem ser de difícil retenção em determinados casos

Conteúdo retirado da aula do Prof. Ricardo Moresca, Universidade Positivo.
Imagem em destaque: gergensortho.com

ENVIE UMA RESPOSTA