A cárie pode ser descrita como uma doença multifatorial, dinâmica, crônica, localizada, que ocorre a partir de um biofilme dental presente na superfície do dente que leva a uma perda mineral.

O desenvolvimento dessa doença se dá através de uma gama de fatores químicos à macro-sociais.

A saliva é o fluido bucal secretado pelas glândulas salivares, alcançando um volume de 0,5 – 1,5 litros por dia, representando uma mistura de fluidos derivados das glândulas salivares principais (parótida, sublingual e submandibular), das glândulas salivares acessórias e resíduos do Exudato gengival, muco da cavidade nasal e faringe e o fluido transudato da mucosa bucal. (Oliveira & Alves, 1997).

Sua composição é basicamente de 99% de água e 1% de substâncias orgânicas (proteínas salivares) e inorgânicas (eletrólitos),  considerando apenas o líquido secretado pelas glândulas salivares – saliva glandular. Além  de sua função na digestão inicial dos alimentos através da amilase, a saliva exerce importante ação como mantenedora das funções fisiológicas normais dos tecidos bucais. Além dos inúmeros sistemas antimicrobianos, propriedades como tamponamento, emulsificação, lubrificação, diluição e ação coadjuvante na fonação e gustação lhe são atribuídas (Moss, 1996, Oliveira & Alves, 1997, Maltz, 2000).

A capacidade tampão é uma grande aliada na manutenção da saúde bucal pois serve como uma espécie de mediador de equilíbrio do pH.

Na saliva o sistema tampão principal é o ácido carbônico – bicarbonato (HCO3 – / H2CO3) e o fosfato (HPO4 – / H2PO4). O bicarbonato é o mais importante tampão salivar por diversas razões (Newbrum, 1988):

  • Pode tamponar rapidamente pela perda de dióxido de carbono;
  • É mais eficiente na placa, pois seu pH é bem próximo do pH desta;
  • Quando o fluxo aumenta, a concentração de bicarbonato eleva-se enquanto o fosfato cai;
  • Após a remoção do bicarbonato pelo CO2 livre em um pH = 5,0 a capacidade tampão da saliva é reduzida

Funções gerais da saliva:

– Efeito de lavagem;
-Solubilização de substâncias que dão sabor aos alimentos;
-Formação do bolo alimentar;
-Diluição de detritos;
-Lubrificação de tecidos moles;
-Facilitação da mastigação, deglutição e fonação.

Funções específicas dos componentes:

Além da Participação na formação da película adquirida do esmalte, onde se houver a diminuição do fluxo salivar ocorre o aumento da perda mineral.

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelo sucesso com o odontoup. Não sou da área mas este post ficou muito claro, entendi perfeitamente.

    • Tem ajudado muito, trabalho anoite meu rendimento e ruim em sala de aula, meu complemento e vc com notas maravilhosas acima de 8.5,meu eterno agradecimento,,,,,,,parabéns

ENVIE UMA RESPOSTA