O cisto do ducto nasopalatino é o cisto não odontogênico mais comum da cavidade oral, ocorrendo em cerca de 1% da população. Acredita-se que se origina da proliferação dos remanescentes epiteliais do ducto nasopalatino. Outros fatores etiológicos são: trauma, infecção do ducto e retenção de muco das glândulas salivares menores adjacentes.

Manifestações Clínicas

Os sinais e sintomas mais comuns incluem tumefação da região anterior do palato, drenagem e dor. Contudo, muitas lesões são assintomáticas, sendo identificadas em radiografias de rotina.

Manifestações Radiográficas

Radiograficamente observa-se uma lesão radiolúcida bem circunscrita, próxima ou na linha média da região anterior da maxila, entre os ápices dos incisivos centrais. Em alguns casos, pode exibir o formato clássico de coração, como resultado da sobreposição da espinha nasal.

Características Histopatológicas

O epitélio de revestimento do cisto do ducto nasopalatino é variável. Pode ser constituído de:

  • Epitélio escamoso estratificado
  • Epitélio colunar pseudoestratificado
  • Epitélio colunar simples
  • Epitélio cúbico simples

Frequentemente, mais de um tipo de epitélio é encontrado na mesma lesão. Acredita-se que o tipo de epitélio está relacionado com a posição vertical do cisto dentro do canal incisivo.

Tratamento e Prognóstico

A enucleação cirúrgica é o tratamento melhor aceito na literatura. A biópsia incisional é recomendada, para excluir hipóteses diagnósticas diferentes do cisto do ducto nasopalatino. A recidiva é rara e o prognóstico é favorável.

ODO_5840Autor: Katheleen Miranda dos Santos
Graduação em Odontologia pela Universidade Positivo.
Aluna da Pós-Graduação em Cirurgia e Traumatologia
Buco-Maxilo-Facial da Universidade Positivo.

Referências

  1. BICALHO AA, SANTOS CRR, SOARES JA. Cisto do ducto nasopalatino: relato de caso clínico. 2009. Rev Odontol UNESP, Araraquara, v. 38, n. 6, p. 371-74, nov./dez.
  2. DEEPIKA G, AJAY T, LAHARI A. TELANG K, LOGANATHAN B. Nasopalatine Duct Cyst Associated with a Mesiodens: Misdiagnosis or Missed Diagnosis? 2015. Journal of Clinical and Diagnostic Research. May, Vol-9(5): ZD21-ZD22
  3. MARTINS MD, RUSSO MP, BUSSADORI SK, FRNANDES KPS, MISSAWA GTM, MARTINS MAT. Nasopalatine duct cyst: report of case and literature review. 2007. Rev Inst Ciênc Saúde. jul-set; 25(2):193-7.
  4. NEVILLE, B. W. et al. Patologia oral e maxilofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

ENVIE UMA RESPOSTA