A função da medicação intracanal na endodontia é basicamente combater microrganismos que resistiram à sanificação do sistema de canais radiculares proporcionada pelo preparo químico-cirúrgico, modular a reação inflamatória que ocorre após o preparo do canal radicular, ocupando fisicamente o espaço do canal, pois sabemos que o conduto vazio funciona como um tubo de ensaio para a recontaminação microbiana do mesmo.

A ação dos medicamentos intracanal (MIC) estará condicionada ao veículo utilizado (aquoso, viscoso ou oleoso); concentração; tensão superficial no canal radicular e, a duração entre as sessões durante a terapia endodôntica. Atualmente a medicação intracanal utilizada para casos envolvendo dentes portadores de polpa viva constitui-se na associação de um AINE e de um antibiótico

Biopulpectomia: 

  • Manutenção da cadeia asséptica
  • Preservação da vitalidade do coto pulpar usando substâncias biocompatíveis

Medicação Biopulpectomia: Corticosteroide/antibiótico

  • Bloqueio do aumento da permeabilidade vascular
  • Diminuição da formação de edema
  • Diminuição ou inibição da dor
  • Ação antiinflamatória
  • Antibiótico associado – resposta inflamatória diminuída

Necrose pulpar SEM lesão periapical:

  • Poucas bactérias nos túbulos dentinários
  • Microorganismos em número reduzido
  • Aeróbios

Necrose pulpar COM lesão periapical:

  • Proliferação de microorganismos nos túbulos dentinários
  • Infecção na região apical e periapical
  • Erosão do cemento apical – “biofilme apical”
  • Predomínio de anaeróbios

Hidróxido de cálcio

Indução da formação de tecido mineralizado quando utilizado como medicação intra-canal.

  • Indução do processo de mineralização
  • Dissolução de remanescentes de tecidos necróticos
  • Controle da intensidade do processo inflamatório
  • Regressão dos processos de reabsorção radicular

Propriedades do Ca(OH)2:

Físico-químicas:

  • Diluente
  • não possui radiopacidade
  • não possui viscosidade

Biológicas:

  • biocompatilidade
  • libera íons cálcio e hidroxila
  • induz deposição de tecido mineralizado
  • neutraliza ph ácido
  • antibacteriano
  • anti-exsudativa

Os íons hidroxila promovem necrose superficial do tecido adjacente, tem ação antibacteriana e detoxificação das endotoxinas.

Indicações na endodontia:

  • apicificação
  • reabsorções radiculares internas e externas
  • perfurações
  • exsudatos persistentes
  • traumatismo dentário

Hidróxido de Cálcio – VEÍCULO AQUOSO

  • Dissociação rápida
  • Maior difusão e maior ação por contato direto do material com os tecidos
  • Alto grau de solubilização.
  • Veículos: água destilada; solução anestésica; soro fisiológico.
  • Dificuldade de preenchimento dos canais radiculares: limas ou lêntulo

Hidróxido de Cálcio – VEÍCULO VISCOSO

  • Alto peso molecular – dissociação mais lenta
  • Menor solubilização da pasta
  • Ação indutora de mineralização prolongada – Veículos: glicerina, polietilenoglicol, propilenoglicol.
  • Maior escoamento e penetrabilidade
  • Ampliação do espectro antibacteriano
  • Rapidez na evolução do reparo de lesões periapicais
  • Redução de exsudato persistente

Tricresol/formocresol:

Tricresol: 90% formalina & Formocresol: 19 a 43% > diminui as propriedades irritantes

Mecanismo de ação:

  • À distância (sem controle)
  • Liberação vapores (Souza et al, 1978); volume empregado
  •  Gases e produtos tóxicos => sólidas e líquidas não irritantes

Resumo Medicação Intracanal (MIC)

Biopulpectomia (preparo completo) Hidróxido de cálcio Ca(OH)2
Biopulpectomia (preparo incompleto) Otosporin® (Hidrocortisona)
Necropulpectomia com ou sem lesão (preparo completo) Hidróxido de cálcio Ca(OH)2
Necropulpectomia com ou sem lesão (preparo incompleto) Tricresolformalina

 

ENVIE UMA RESPOSTA