Implante – Prescrição → Perda de dente

Causas:

  • Cárie;
  • Problema periodontal;
  • Por acidentes;
  • Por alterações genéticas;
  • Por infecções pulpares.

Próteses

Procedimentos pelos quais se prepara alguma estrutura ou órgão perdido.

Peri-implantites

Afeta: 10 – 12%  até 5 anos;
Perda da osseointegração e falha do implante

A osseointegração se define como a conexão direta entre o osso vivo e um implante endóseo em função.

Fatores bacterianos

Enzimas:

  • Colagenase
  • Hialuronidase
  • Fosfolipase

Peri-implantite

“Porque algumas superfícies são doentes e outras não?”

Ecologia

Hemostasia Microbiana

Patogenecidade – capacidade de causar doenças

P= N .V
R

Migração apical do epitélio juncional

DENTE

IMPLANTE

Gengivite

Periodontite

Mucosite

Peri-implantite

Sinais e Sintomas

  • Vermelhidão da mucosa perimplantar
  • Supuração purulenta (ocasional)
  • Sangramento à sondagem
  • Aumento da profundidade da bolsa perimplantar
  • Dor a percussão e ao apertar os dentes
  • Perda óssea radiográfica do osso perimplantar
  • Mobilidade progressiva do implante (caso avançado)

Mucosite

  • Deve-se eliminar a placa bacteriana e o cálculo
  • Realizar um controle químico  da placa com clorexidina tópica
  • Orientar o paciente e instruir uma melhor higiene bucal
  • Comprovar se o desenho da prótese esta adequado
  • Controlar periodicamente o paciente
Peri-implantite Incipiente
Se a perda óssea é incipiente, o tratamento é idêntico ao da mucosite, mas inclui a descontaminação dos pilares protéticos e a prescrição de antibioticoterapia.

Peri-implantite Avançada
Se a perda óssea é avançada ou persistente ao tratamento inicial, será necessário recorrer ao tratamento cirúrgico.

 

ENVIE UMA RESPOSTA