[dropcap]O[/dropcap] uso de anti-sépticos sem indicação é muito frequente nos lares em todo o mundo. A sensação de refrescância e limpeza dada pelos enxaguantes torna o uso desse produto ainda mais atrativo Os anti-sépticos costumam ser divididos principalmente em quatro tipos: a base de gluconato de clorexidina (como o Periogard, da Colgate), óleos essenciais (eucaliptol, mentol e salicilato de metila, caso do Listerine), flúor (encontrado em vários deles) e cloreto de cetilpiridínio (como o Cepacol). Além do princípio ativo, alguns contêm uma concentração de álcool, que chega até 21%, dependendo do enxaguatório. Essa quantidade excessiva de álcool pode ocasionar lesões na mucosa oral dos pacientes.

No entanto, existem indicações, contra-indicações e características muito relevantes para o uso de anti-sépticos.

Baseados nisso, fizemos uma análise com diversas marcas para mostrar a real eficácia desses produtos.

  1. Identificamos os recipientes de cada
    anti-séptico;
  2. Identificamos os tubos onde foram adicionados os
    anti-sépticos e um para controle
  3. Coletamos saliva em um recipiente
  4. Homogeneizamos;
  5. Aplicamos 0,1 de saliva em cada tubo;
  6. Aplicamos 0,5 de cada solutório nos recipientes
    tubos;
  7. E o ultimo passo foi incubar a 37°C/ 48L

MIC de Solutório

As manobras realizadas foram as mesmas até o passo 5. No 6º passo aplicamos:

  • 0,2 ml tubo 1
  • 0, 4 ml tubo 2
  • 0,6 ml tubo 3
  • 0,8 ml tubo 4
  • 1,0 ml tubo 5

Obs: a cada aplicação
da solução deve se trocar as pontas do pipetador. 

E por fim levamos para incubação – 37°C/ 48L

Análise in-vitro

Escala de Crescimento Bacteriano

Grupos

Clorexidina

Listerine

Oral-B

Plax

Controle

Grupo
1

0

3

1

2

4

Grupo
2

0

3

1

2

4

Grupo
3

0

3

1

2

4

Grupo
4

0

3

0

0/1

4

Grupo
5

0/1

3

1

2

4

Com diferentes concentrações:

MICConcentração Inibitória Mínima

Concentração do produto – variável
Concentração de anti-séptico 0,2ml 0,4ml 0,6ml 0,8ml 1,0ml
Listerine

3

2

2

1

0

Clorexidina

2

2

2

3

3

Oral-B

0

1

0

1

1

Plax

0

0

1

1

1

0,1 ml de saliva homogeneizada em cada tubo

Não podemos trazer esses dados para a realidade dos pacientes*


Resultados

A clorexidina, que é de uso profissional, tem uma grande eficácia na inibição de crescimento bacteriano, porém é indicado em casos de pré-cirúrgico, pós-cirúrgico, limpar cavidades entre outros.

O Oral-B e Plax têm menor efeito colateral, mas só é indicado o uso entre 1 semana à 10 dias.

Para pacientes que não precisam, não é recomendado o uso de anti-sépticos devido à grande quantidade de álcool presente em algumas soluções. Se o paciente quiser fazer uso de enxaguantes bucais, é indicada a manipulação de soluções com flúor 0,05.

1 COMENTÁRIO

ENVIE UMA RESPOSTA