Intervenção que visa remover uma obturação do canal radicular geralmente defeituosa seguida da execução de uma nova terapia endodôntica.  Uma tentativa de corrigir um tratamento endodôntico realizado inadequadamente.

Técnicas de retratamento

Técnica: Instrumentos manuais + solvente

  • Limas tipo K
  • Limas tipo H
  • Solventes
  • Brocas Gates Glidden – 2, 3 e 4, começando pelo CTG= -5 mm

Técnica:

  1. Radiografia inicial
  2. Determinar o Ctex = CAD – 2 mm e CTG= CAD – 5 mm
  3. Penetrar com a Gates Glidden número 2 e 3 calibradas no CTG (não devemos usar a Gates Glidden 1 nos casos de retratamento porque há grande chances de fratura do instrumento)
  4. Levar algumas gotas de solvente à câmara pulpar com auxilio de uma pinça clinica
  5. Entrar com um instrumento tipo K (CTex) de aço, fazendo movimentos de rotação e avançar lentamente, em direção apical.
  6. Trocar de instrumento à medida que se aproxima do CTex
  7. Quando chegar ao CTex, realizar a odontometria.
  8. Determinar o Comprimento Real do Dente, fazer o esvaziamento de todo o canal radicular (CTes = CRD) e depois determinar o Comprimento de trabalho (CT=CRD-1mm) e realizar o preparo apical com instrumentos de aço ou níquel-titânio, utilizando uma solução de hipoclorito de sódio.

A radiografia pode aparecer com 2 situações distintas:

  • Sem material obturador: proceder normalmente a endodontia
  • Com material obturador: diminuir o calibre do instrumento e atingir o comprimento determinado na odontometria, evitando solventes na região apical. [divider]

 Técnica: Instrumentos automatizados – rotatórios

Esta é uma técnica rápida e eficiente na remoção do material obturador. A velocidade utilizada é de 350 rpm, entretanto, quanto maior a velocidade maior é a rapidez com que se remove o material obturador, podendo ser utilizada uma velocidade de até 2000 rpm.

  • Profile – 90 | 60 | 45 | 40 | 35 (0.4)
  • Protaper
  • K3 …

Técnica:

  1. Radiografia inicial
  2. Determinar o Ctex = CAD – 2 mm
  3. Calibrar o instrumento no CTex e penetrar, diminuir conforme se aproxima do Ctex
  4. Realizar a odontometria com o próprio instrumento.
  5. Determinar o Comprimento Real do Dente, fazer o esvaziamento de todo o canal radicular (CTes = CRD) e após determinar o comprimento de trabalho (CT= CRD-1mm). De acordo com o diâmetro ou a curvatura do canal, deve-se diminuir o calibre dos instrumentos rotatórios utilizados próximo ao ápice.
  6. Encerrado a etapa manual, o preparo está concluído.

Conclusão do retratamento endodôntico

Após a realização da remoção do material obturador e do preparo do canal radicular, é extremamente importante a realização de uma irrigação com EDTA e uma correta medicação intracanal. Terminada esta fase, procede-se então a nova obturação do canal radicular.

1 COMENTÁRIO

  1. Gostei, sou aluno do 6º semestre de odonto , achei bem expressivel a parte pratica, muito útil para a instrumentaçao e realização do trabalho, obrigado.
    Facig Guarulhos
    Alan leal

ENVIE UMA RESPOSTA