“O ar chega e sai dos pulmões através de um sistema de órgãos que apresentam
funções diversas.”

Devido a um conjunto de órgãos tubulares e músculos que expande a cavidade torácica e com ela os próprios pulmões, cria-se uma pressão negativa que faz o ar entrar (inspiração). Esses órgãos são: nariz, cavidade nasal, faringe, laringe, traquéia e brônquios.

Função: trocar gases CO2 e O2, que estão envolvidos na respiração celular num processo de entrada e saída de ar.

Mecanismo respiratório: As células do corpo necessitam de um suprimento constante de oxigênio e uma maneira eficiente de remover o dióxido de carbono. Essa troca se chama hematose – que ocorre nos alvéolos.  O centro respiratório é o bulbo, associado ao nervo frênico.

Processos da respiração

  1. Ventilação: troca de ar atmosférico por oxigênio nos alvéolos pulmonares;
  2. Inspiração: entrada de ar (a pressão interna é menor que a pressão externa)
    – Músculos envolvidos: Diafragma e intercostais → aumento do diâmetro ântero-posterior do tórax e aumento do volume pulmonar. PROCESSO ATIVO.
  3. Expiração: saída de ar (a pressão interna é menor que a pressão externa).
    – Recuo elástico dos tecidos sem ação muscular.
    PROCESSO PASSIVO.

Porção condutora

Nariz → Cavidade Nasal → Faringe → Laringe → Traquéia → Brônquios → Bronquíolos → Alvéolos

 

Nariz e cavidade nasal:

  • Aquecer o ar inspirado
  • Umedecimento
  • Filtração
  • Sensibilidade – nervo olfatório

O nariz e suas cavidades possuem uma mucosa de epitélio-estratificado ciliado, essa
mucosa aquece o ar inalado através de um extensivo suprimento sanguíneo.

A cavidade nasal é dividida em duas câmaras pelo septo nasal.

→ posteriormente: parte nasal da faringe;

→ porção lateral: três projeções revestidas por mucosas denominadas conchas
nasais das quais, delimitam três espaços denominados meatos.

Faringe:

Função respiratória e digestiva: O ar que passa pela faringe vai
para a laringe e o alimento que passa pela faringe vai paro o esôfago. Dividida
em três partes:

  1. Nasofaringe: localiza-se atrás da cavidade nasal;
  2. Orofaringe: situa-se atrás da cavidade bucal;
  3. Laringofaringe: localizada atrás da laringe.

Laringe:

Função: passagem de ar, conexão entre faringe e traquéia e
fonação. A epiglote tem a função de desviar qualquer coisa que não seja ar para
a laringe.

É formada por

  • Cartilagem tireóide (Pomo de Adão);
  • Cartilagem ericóide, em forma de anel.

Traquéia:

Função: Destinada unicamente a passagem de ar.

Estende-se desde a C6 até o nível da
quinta vértebra torácica – T5, onde ela se divide em brônquios principais
direito e esquerdo.

Brônquios:

Dividido em brônquios principais direito e esquerdo.

Cada brônquio principal se divide em ramos ainda menores, brônquios lobares, um para cada pulmão. Estes se dividem
em muitos brônquios segmentares, que continuam se dividindo repetidamente até
formar os bronquíolos.

Bronquíolos e Alvéolos:

Os bronquíolos dividem-se muitas vezes
formando os bronquíolos terminais, cada um dos quais dá origem a diversos
bronquíolos respiratórios.

Surfactante produzido pelos pneumócitos tipo II:

  • Diminuir as tensões superficiais, melhorando a complacência pulmonar contribuindo para inspiração;
  • Previne o colapso pulmonar;
  • Fosfolipídios, proteínas, entre outros.

Nos alvéolos ocorre a hematose (troca gasosa) entre o dióxido de carbono e o oxigênio.

ENVIE UMA RESPOSTA