terça-feira, 2 setembro, 2014
Alterações Patológicas Pulpares Parte II

Alterações Patológicas Pulpares Parte II

Fatores de Agressão ao Tecido Pulpar

Biológicos

Físicos

Químicos

Idiopáticos

 

Microrganismos

Mecânicos

Elétricos

Térmicos

Cimentos

Acrílicos

Resinas

Envelhecimentos

Reabsorções

Alterações Pulpares e Periapicais 

Inflamação Pulpar

Reversível

Irreversível

Tratamento Conservador

Pouca ou nenhuma exposição pulpar

  • Capeamento
  • Curetagem
  • Pulpotomia
  • Expectante
  • Alivio Oclusal
Tratamento Radical: Biopulpectomia Sem tratamento > Necrose Pulpar

  • Tratamento: Necropulpectomia I sem lesão
  • Tratamento: Necropulpectomia II com lesão

Pulpites Agudas

Reversível Reversibilidade Duvidosa Irreversível
Tratamento conservador:

Pouca ou nenhuma exposição pulpar.

Dor leve e provocada por estímulos como o frio e doce

 

  • Capeamento
  • Curetagem
  • Pulpotomia
  • Expectante
  • Alivio oclusal
Tratamento conservador ou radical.

Dor moderada, suportável.
Provocada
Paroxística
Aliviada com analgésicos

Tratamento radical: Biopulpectomia

Dor intensa, insuportável, contínua.
Espontânea

Polpa com microacessos, evoluindo para necrose

Alterações Periapicais 

alterações pulpares

Pericementites

Pericementite Apical Aguda Traumática (Oclusal)

  • Tratamento: somente alívio oclusal

Pericementite Apical Aguda Traumática (endodontia)

  • Medicação intracanal, sobre obturação e sobre-instrumentação

Pericementite Apical Aguda Química (Endodontia)

  • Medicação intracanal, soluções irrigadoras

Pericementite Apical Aguda Bacteriana

  • Invasão bacteriana até o cemento apical

Pericementite Apical Crônica

  • Pericementite aguda não tratada

Abscessos

Pericementite evolui para abscessos (depende da resistência do hospedeiro e do número de microrganismos)

Abscesso Dentoalveolar Agudo

3 fases:

  1. Inicial
  2. Em evolução
  3. Evoluído

Abscesso Dentoalveolar Crônico

Formação de lesão periapical, assintomático

Abscesso Dentoalveolar Crônico Reagudizado ou Fênix

Reagudização com lesão e sintomático

Diagnóstico

Subjetivos: história médica e dental

Objetivo:

  • Exame clinico
  • Testes de vitalidade pulpar (térmico, elétrico, cavidade)
  • Testes perirradiculares (palpação e percussão)
  • Sondagem periodontal
  • Exame radiográfico

Dor

Insuportável

X

Suportável

Espontânea

X

Não espontânea

Contínua

X

Intermitente

Alivia

X

Não alivia

Localizada

X

Difusa

Informações subjetivas do paciente + Exame Clínico + Testes Diagnósticos + Raio-X

Testes térmicos: indica a ausência ou a presença de vitalidade pulpar, além do grau da inflamação

  • Bolinha compatível com o dente
  • Secar o dente
  • Encostar sem tocar na gengiva
  • Mais próximo da polpa coronária
  • Sempre por vestibular

Teste de Percussão:

  • Horizontal
  • Vertical

Teste de Palpação:

  • Intrabucal: examinar todos os tecidos moles em cor, continuidade e volume

Outros testes:

  • Cavidade: explorador endodôntico e brocas
  • Teste elétrico
  • Teste de anestesia seletiva
  • Extrusão súbita
  • Deslocamento dental

Exame radiográfico

  • Presença de cáries (profundidade?)
  • Presença de restaurações/ próteses
  • Características da lâmina dura
  • Fraturas dentárias
  • Áreas radiolúcidas periapicais (Circunscritas ou difusas)
  • Áreas radiopacas
  • Presença de tratamentos endodônticos,
  • Instrumentos endodônticos.

Tratamento de emergência para aliviar a DOR

Diagnóstico > Rapidez + tempo disponível + habilidade > Abertura + MIC + drenagem (intra ou extra) troca de medicação > Medicação sistêmica

Dores de Origem Pulpar

Pulpites - 

Fatores etiológicos:

  • Biológicos- cárie dental, bolsa periodontal
  • Físicos- mecânicos, térmicos, elétricos, traumas
  • Químicos- materiais restauradores

Classificação:

Agudas:

  • Reversível
  • Reversibilidade duvidosa
  • Irreversível

Crônicas:

  • Ulcerada
  • Hiperplásica

Característica Clinica:

  • Dor provocada por frio (passa rápido após remoção estímulo)
  • Dor suportável
  • Dor provocada por ingestão de açúcar
  • Dor localizada
  • Com vitalidade +cárie/restauração recente
  • Periodontopatia
  • Trauma oclusal

Características Radiográficas:

  • Normais

Diagnóstico Diferencial:

Pulpite aguda de reversibilidade duvidosa

  • Teste térmico

Tratamento (sem exposição pulpar):

  • Anestesia
  • Isolamento absoluto
  • Remoção do fator etiológico
  • Proteção pulpar
  • Restauração

Tratamento (com exposição pulpar):

  • Anestesia
  • Isolamento
  • Remoção do fator etiológico (exposição pulpar)
  • Sangramento abundante e brilhante
  • Polpa resistente ao corte com cureta
  • Tratamento conservador (curetagem pulpar ou pulpotomia)
  • Restauração

Pulpite de Reversibilidade Duvidosa

Características Clínicas:

  • Dor pelo frio (diminui lentamente)
  • Dor localizada e suportável
  • Vitalidade +
  • Cárie/restauração recente

Características Radiográficas:

  • Normais

Diagnóstico Diferencial:

Pulpite Aguda Irreversível

  • Teste térmico
  • Características clinicas: dor passa lentamente após o estímulo; DOR PAROXÍSTICA (repentina – fisgada)

Prognóstico:

  • Duvidoso

Tratamento:

  • Anestesia
  • Isolamento
  • Tratamento conservador (curetagem pulpar ou pulpotomia)
  • Restauração provisória
  • Acompanhamento 30 a 60 dias

Pulpite Aguda Irreversível

Características Clínicas:

  • Dor espontânea, ininterrupta – dor contínua (longa duração), de alta intensidade (severa), pulsátil. na pulpite irreversível a dor começa intermitente e depois passa a ser ininterrupta
  • Dor diminuída por frio e aumenta com calor
  • Dor exacerbada ao decúbito
  • Diminuição da dor após uso de anti-inflamatório
  • Coroa com cárie ou restauração profunda
  • Com vitalidade pulpar
  • Resposta positiva aos testes de vitalidade (segundos-horas)
  • Dor difusa/ dificuldade de localização – não é aliviada com analgésicos comuns
  • ALÍVIO COM FRIO: pus no tecido pulpar com formação de gases (decomposição).
  • Com FRIO: gases condensados – diminui pressão – ALÍVIO da dor
  • Com CALOR: expansão dos gases – aumento da pressão – DOR

Características Radiográficas:

  • Normais

Diagnóstico Diferencial

Abcesso Periapical Agudo

  • Teste térmico
  • Percussão hipersensível
  • Localização da dor
  • Escurecimento dental
  • Pacientes com garrafa de água

Tratamento:

  • Biopulpectomia

Tratamento Emergencial:

  • Anestesia
  • Isolamento
  • Abertura endodôntica
  • Curetagem polpa coronária
  • Irrigação
  • Hemostasia
  • Curativo com associação Corticóide-antibiótico
  • Sempre fazer a abertura coronária

Pulpite Crônica Ulcerada

Etiologia: exposição pulpar + infecção por bactérias baixa virulência e longa duração

  • Exposição pulpar prolongada (meses)
  • Superfície exposta da polpa : ulcerada
  • Positiva ao teste de sensibilidade
  • Dor exacerbada durante a mastigação
  • Sangramento ao toque

Pulpite Crônica Hiperplásica

Etiologia: Exposição pulpar de longa duração +Infecção bacteriana de baixa virulência

  • Positiva ao teste de sensibilidade
  • Pólipo pulpar
  • Sangramento ao toque
  • Dor durante a mastigação
  • Polpa resistente ao corte

Condições para Pulpite Crônica Hiperplástica ou Pólipo Pulpar:

  • Polpa jovem;
  • Cavidade ampla;
  • Resistência orgânica alta;
  • Baixa virulência;
  • Ápice incompleto.

Tratamento: (depende do grau de formação radicular)

  • Conservador (curetagem pulpar ou pulpotomia)
  • Radical (pulpectomia)
  • Referência 

LEONARDO, M. R. Endodontia Tratamento de Canais

Radiculares: Princípios Técnicos e Biológicos. v.1. São Paulo:

Artes Médicas, 2005. cap. 2, p. 21-48.

Conteúdo baseado na aula da Profº Flavia Sens Fagundes Tomazinho

About The Author

Jefferson P. Oliveira, 22 anos. Acadêmico do curso de Odontologia da Universidade Positivo, Curitiba – PR

 

 

Sobre Jefferson

2 comentários

  1. Ótima explicação… :]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top
X