1. (SESA-ES 2013 – Cirurgião Buco Maxilofacial) Assinale a opção correta, a respeito de biossegurança.

  1. O uso de equipamento de proteção individual tem a finalidade de impedir que microrganismos provenientes de pacientes, por meio de sangue, fluidos orgânicos, secreções e excreções, contaminem o profissional de saúde.
  2. Utiliza-se a desinfecção quando se objetiva destruir todos os microrganismos presentes em determinado material ou superfície.
  3. A esterilização pode ser realizada em autoclave, que utiliza calor seco, ou em estufa que utilizada calor úmido, sendo mais indicado o uso de estufa para esse fim.
  4. Hepatite B, hepatite C, leishmaniose, herpes, AIDS e tuberculose podem ser adquiridas por contaminação na prática odontológica.
  5. Conforme o risco de transmissão de infecção e a necessidade de esterilização ou desinfecção, os instrumentos cirúrgicos, são classificados em duas categorias: críticos ou semicríticos.

2. (SESA-ES 2013 – Cirurgião Buco Maxilofacial) Ainda acerca de biossegurança, assinale a opção correta.

  1. O glutaraldeído pode ser utilizado como desinfetante de superfícies, dada sua baixa toxicidade.
  2. Define-se infecção cruzada como a transmissão de agentes infecciosos entre pacientes e equipe, dentro de um ambiente clínico, podendo a transmissão resultar do contato pessoa-pessoa ou ocorrer por meio de objetos contaminados.
  3. A infecção pelo vírus da hepatite B ocorre somente por meio do contato com secreções genitais.
  4. Antissepsia refere-se à inibição da proliferação ou à destruição de microrganismos presentes em superfícies inanimadas, como bancadas e equipamentos.
  5. Manobras como esterilização do instrumental, antissepsia do campo operatório e colocação de luvas e máscaras devem ser realizadas apenas quando o paciente possuir alguma doença contagiosa.

3. (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano – 2013 – Odontólogo) De acordo com a RDC Anvisa n. 306/2004 e ResoluçãoConama n. 358/2005, os resíduos de serviços de saúdesão classificados em cinco grupos. O descarte de uma lima endodôntica ou de uma ponta diamantada deve receber os cuidados de um resíduo pertencente ao

  1. Grupo A.
  2. Grupo B.
  3. Grupo D.
  4. Grupo E.

4. (TRT-PE 2012 – Analista Judiciário – Odontologia) Paciente com 19 anos de idade, sexo feminino, apresenta condição de necrose pulpar no dente 15. O exame clínico mostra a presença de cárie secundária após a fratura da restauração de amálgama.

A esterilidade do instrumental endodôntico é

  1. Relevante, pois os procedimentos endodônticos  constituem uma forma de microcirurgia que  requerem um grau moderado de antissepsia.
  2. Difícil de ser obtida, pois os instrumentos cobertos  por resíduos aderidos em sua superfície não  alcançam a temperatura de 120 °C.
  3. Obtida por meio de calor seco a 180 °C, durante  60 minutos, porém com o inconveniente de danificar  instrumentos afiados de tratamento radicular.
  4. Importante, pois a contaminação de instrumentos  com resíduos pode desencadear uma reação de  corpo estranho nos tecidos pulpares e retardar a  cicatrização.
  5. Alcançada com maior eficácia com o uso de óxido de etileno, se os vapores resultantes do processo forem adequadamente ventilados para o ambiente externo.

5. (CSM 2014 – Primeiro Tenente – Quadro de Cirurgiões-Dentistas) A desinfecção é definida como um processo físico ou químico, que elimina a maioria dos microrganismos patogênicos de objetos inanimados e superfícies, com exceção de esporos bacterianos. De acordo com a ANVISA (2006) , em relação ao método de desinfecção pode-se afirmar que:

  1. O álcool a 70% possui ótima ação germicida de nível médio. Tem espectro tuberculicida, bactericida, fungicida e esporicida.
  2. O glutaraldeído a 2% não é corrosivo, possui atividade germicida mesmo na presença de matéria orgânica. Tem espectro bactericida, fungicida e micobactericida, mas não é esporicida.
  3. O hipoclorito de sódio a 1% possui ação rápida, é corrosivo e inativado na presença de matéria orgânica. Tem espectro bactericida, fungicida, viruscida e esporicida.
  4. O ácido peracético possui nível alto de desinfecção e não forma resíduos tóxicos. Tem espectro bactericida, fungicida e viruscida mas não é esporicida.
  5. A ação do glutaraldeído a 2% se dá pela alquilação de grupos sulfidril, hidroxil, carboxil, amino e grupos de componentes celulares, porém não altera o DNA, RNA e as sínteses proteicas.

 

 

Respostas

Questão 1. A

Questão 2. B

Questão 3. D

Questão 4. D

Questão 5. C

O que você acha de BAIXAR O APP GRATUITO DE BIOSSEGURANÇA pra ter tudo isso sempre a seu alcance?

app biosseguranca

lojasapplojasapp

Com um protocolo completo de como promover a biossegurança, o aplicativo promove uma experiência única ao usuário, contento imagens dos procedimentos, do que fazer e não fazer em diferentes ambientes e vai além,  traz um material sobre vacinação e um recurso com a terminologia, para caso haja duvidas em termos específicos.

Eu já baixei o meu. Está esperando o que?

ENVIE UMA RESPOSTA